ArtigosDesenvolva sua equipe

Como começar sua estratégia de marketing de conteúdo em 2019

Estratégia de marketing de conteúdo

Para quem comanda um time de marketing, estar atento às novidades e sempre pronto para planejar os próximos passos é essencial. Pensando nisso, você já pensou como será 2019?

Com o mundo se tornando cada vez mais digital, mercados que pareciam simples se tornando extremamente competitivos e o inbound sendo cada vez mais essencial para a estabilidade das empresas, todos os olhos estão voltados para o marketing de conteúdo.

Porém, não adianta pensar que tecnologias como a realidade virtual e a inteligência artificial chegarão prontas para salvar a sua empresa. É importante ter em mente o que é possível fazer para que o seu time aplique com sucesso no próximo ano.

Por isso, separei 10 dicas “pé no chão” para te ajudar a começar. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Diferentes tipos de conteúdo

Você já deve saber disso, mas é importante lembrar: todos os dias, seu potencial cliente recebe diversas ondas de conteúdo. Para chamar a atenção, não basta produzir – é necessário entender a fundo quem essas pessoas são e o que elas procuram.

Isso inclui, também, os diferentes tipos de conteúdo disponíveis. Entre blog posts, videos, infográficos, stories, imagens, cases, entrevistas, checklists, materiais práticos, e-books, podcasts, notícias, pesquisas, webinars, memes, quizzes, streaming, cursos e fóruns, você realmente acha que o seu público só se interessa por um tipo?

A diversificação é importante não apenas para atrair mais pessoas, mas também para mostrar que você entende a sua persona, oferece soluções no modelo que ela precisa em cada momento e potencializa suas chances de conversão.

Estratégia muito bem definida de acordo com os objetivos da empresa

Pode parecer estranho, mas muitas empresas subestimam o poder de uma estratégia de marketing de conteúdo bem construída.

Por ser um modelo que demora a se consolidar, gerando resultados concretos e sustentáveis apenas ao longo prazo, passar diversos meses trabalhando uma persona errada ou com foco em um produto que não está alinhado com o futuro da empresa, pode afetar muito o resultado final.

Antes de começar a produzir a primeira peça de conteúdo, tenha as respostas para as seguintes perguntas:

  • Qual é o objetivo da empresa?
  • Qual é o problema que o marketing de conteúdo resolve?
  • Qual é o meu objetivo com o marketing de conteúdo?
  • Como saberemos que estamos atingindo esse objetivo?
  • Qual persona queremos atingir?
  • Qual ação queremos que essa persona tome?

Assim, será muito mais fácil ter certeza de que a estratégia em um propósito claro para cada pessoa envolvida.

Além disso, leve em consideração não apenas a sua concorrência de mercado, mas também a concorrência de público. O que isso significa? Se você tem o objetivo de gerar tráfego orgânico ao ranquear no Google, provavelmente existem empresas com soluções diferentes mas que falam do mesmo assunto para a mesma persona.

Se vocês não são concorrentes diretos, é possível utilizar as seguintes estratégias:

Amplificação com foco em resultados claros

A amplificação envolve o uso de canais e plataformas diferentes para fazer a divulgação de conteúdo. Elas podem ser divididas em canais próprios (como blog, sites, listas de e-mail e até página institucional da empresa em redes sociais), canais conquistados (que envolvem qualquer tipo de divulgação feita por outras pessoas, como reviews, compartilhamentos e notícias) e canais pagos (todos os tipos de anúncios).

Essa grande variedade de opções significa que cada escolha deve ser feita com cuidado, levando em consideração o budget disponível, o objetivo final de cada gasto e o quanto ele contribuirá para o resultado final da estratégia.

Sem essas definições, será difícil encontrar a ação que realmente traz resultados para a sua estratégia, mantendo os investimentos sem ROI claro para você.

Leitura e uso correto de dados

Quase em 2019, todos nós sabemos que o uso de dados é essencial para qualquer estratégia de marketing, certo?

Porém, interpretar e usar corretamente esses dados é mais difícil do que você imagina.

Primeiro de tudo, lembre que apenas uma fonte de dados não é suficiente. É importante colher informações do maior número possível de fontes, inclusive seus times de vendas, operações e os próprios clientes, para entender como atingir seu público-alvo com sucesso.

Micro-momentos

Em 2015 o Google já avisou: entender o que o seu público está procurando saber, o que eles querem fazer, onde eles querem ir e o que querem comprar é o primeiro passo para chegar nessas pessoas exatamente quando elas vivem esses micro-momentos.

O uso crescente de smartphones possibilita que esses momentos sejam cada vez mais frequentes, rápidos e facilmente localizáveis. Hoje, é possível fazer um anúncio direcionado para quem passar a uma certa distância da sua loja, ou direcionar sua estratégia de ranqueamento orgânico para focar em cada intenção da sua jornada de compra.

Aqui, o essencial é entender o contexto do seu público e já considerá-lo. Quanto menos informações você fornecer sem pedir contextualizações, mais efetiva será sua ação.

Micro-influenciadores

Os micro-influenciadores já foram muito utilizados em 2018, mas ainda há lugar para explorar essa tendência.

Em uma contextualização rápida, é importante entender que esses influenciadores mostraram que números não são tudo – construir campanhas em parceiras com pessoas que têm menos seguidores, mas uma influência muito maior em um grupo de pessoas que interessa à sua marca pode ser essencial para o seu sucesso.

Com algumas ferramentas especializadas é possível entender quem são essas pessoas que têm grande impacto nos seus clientes. Nessa busca, considere quesitos como autoridade, engajamento e transparência desses influenciadores.

Comece agora!

A última dica talvez seja a mais importante. Mesmo com tanta preparação necessária, leve em conta que a estratégia de conteúdo é de longo prazo e exige budget, um time com conhecimentos sobre o assunto e dedicação constante.

Por isso, ter um planejamento claro para já começar no primeiro mês do ano pode ser essencial para o seu time de marketing em 2019.

Conheça empresas que são case de sucesso em marketing de conteúdo para seguir seus exemplos.

Publicações relacionadas
Artigos

Inovação asiática, super apps alimentam disputa de novos negócios digitais

Artigos

Computação Quântica: conheça a tecnologia que revolucionará o futuro

Artigos

Conheça a estratégia do atacadista Assaí para atrair micro e pequenos empreendedores

Artigos

Google se torna marketplace com compras também pelo Youtube