Artigos

Para implementar o marketing ágil é essencial ter uma cultura baseada em dados

O marketing ágil precisa de ser baseado em uma cultura data driven

O marketing ágil tem como base atender o consumidor de modo rápido e efetivo, além de ser um processo inovador, diferente das sequências feitas no marketing tradicional.

Isso acontece porque o marketing ágil preza pela dinâmica de trabalho, tornando os processos internos interativos e adaptáveis. Dessa forma, não é necessário seguir um longo passo para ter bons resultados.

No marketing ágil as prioridades são bem definidas e, como consequência, as tarefas que devem ser feitas se tornam claras para toda a equipe. Isso melhora a agilidade do processo de trabalho e aumenta a satisfação do cliente.

No entanto, para conseguir adaptar uma empresa a esse modo de trabalho é preciso ter uma cultura baseada em dados. Assim, sempre que necessário, é possível consultar informações que fazem a diferença na hora de tomar decisões na empresa — o que torna as ações mais seguras e acertadas.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Cultura data driven é a porta de entrada do marketing ágil

O marketing ágil diz respeito a organizar um processo inteiro em pequenas tarefas, que possam ser realizadas em ciclos. No fim de cada um deles, uma atividade importante é entregue, aumentando os resultados da empresa.

Diferentes métodos podem ser adotados para colocar isso em prática. Alguns optam por metodologias já prontas, como o Kanban, enquanto outros preferem desenvolver o melhor modo de trabalho de acordo com as peculiaridades do negócio.

Independentemente de qual for a escolha, para alcançar bons resultados é preciso ter dados à disposição

Para entender essa necessidade, pense na seguinte situação: um cliente liga para a empresa contratada para sanar algumas dúvidas. Como a pessoa que atende a ligação deve resolver a questão? A maneira mais indicada é consultar os dados disponíveis, de modo rápido e seguro, dando uma resposta imediata ao cliente.

A cultura data driven tem a capacidade de fornecer os dados necessários sempre que preciso. Por isso, é considerada a porta de entrada para o marketing ágil.

O uso adequado dos dados faz toda a diferença no dia a dia da empresa e os clientes notam isso — o que permite que o negócio ganhe mais visibilidade no mercado. No entanto, ao implementar o marketing ágil é importante pensar em alguns pontos. Confira todos eles a seguir.

Começar com ponderação

Ponderar nada mais é do que analisar uma situação com base nas informações e dados que a empresa já tem para tomar boas decisões.

Para a cultura de marketing ágil dar certo é preciso escolher bem o primeiro projeto em que a mudança será implementada.

Existem 4 requisitos para essa seleção. São eles:

  1. complexidade: é preciso escolher um processo que seja complexo o suficiente para causar impacto naquilo que foi feito;
  2. métricas: é necessário estabelecer as principais métricas a serem observadas, de modo que seja possível dar feedbacks certeiros;
  3. número de participantes: o primeiro projeto precisa ter um número limitado de pessoas, para que a etapa de orientação não seja longa;
  4. equipe com membros multifuncionais: é preciso contar com colaboradores que consigam se adaptar e desempenhar diferentes funções.

Não apressar o processo de reestruturação

Os processos que terão a implementação do marketing ágil precisam contar com um bom número de dados a serem analisados. Ao mesmo tempo, para ter os benefícios desse processo não é preciso fazer grandes reestruturações. 

No começo, é fundamental simplificar. Uma equipe e um projeto são o suficiente para que a empresa tenha bons resultados e veja o valor daquilo que está sendo feito. 

Mas atenção: não apressar o processo de reestruturação é diferente de torná-lo lento demais. De forma gradativa, todas as áreas da empresa podem passar por essa transformação para contar com a estratégia de marketing ágil.

Marketing ágil ajuda equipes enxutas de comunicação

O uso de dados por si só já auxilia uma equipe a melhorar a comunicação. Isso porque os dados armazenados servem como fonte de informação para todos os membros de um time.

No entanto, o marketing ágil torna a comunicação ainda mais eficiente, uma vez que as tarefas de toda a equipe são menores. Com isso, a visibilidade do que é feito aumenta e, consequentemente, o entrosamento de diferentes áreas melhora.

O grande benefício dessa metodologia de trabalho é que evita-se desperdícios, tanto de recursos financeiros quanto humanos, e as decisões da empresa são mais acertadas. Isso permite que equipes enxutas tenham uma boa comunicação e consigam resultados melhores.

É possível incluir o marketing ágil em todas as equipes do setor de marketing?

Todas as equipes do setor de marketing podem fazer uso do marketing ágil e melhorar os resultados da empresa. 

O 2º Relatório Anual de Marketing Ágil aponta os principais benefícios das empresas que passaram a adotar essa estratégia. São eles:

  • otimização da visibilidade do andamento dos projetos — esse resultado foi notado por 44% dos participantes da pesquisa;
  • antecipação de problemas e sua resolução — cerca de 40% dos entrevistados notaram essa melhora;
  • modificações no mecanismo de trabalho de modo rápido e eficiente — apontado como benefício por 53% dos entrevistados.

O marketing ágil é uma excelente estratégia para as empresas quando associado a uma cultura baseada em dados. O interessante é que até mesmo os colaboradores da empresa notam a diferença no ambiente de trabalho.

A pesquisa apresentada acima também comparou a satisfação dos colaboradores de empresas que fazem uso do marketing ágil com aqueles que atuam no marketing tradicional.

O resultado foi que 58% dos trabalhadores de uma equipe de marketing ágil estão satisfeitos ou muito satisfeitos com o modo que o departamento gerencia o trabalho. Enquanto isso, apenas 32% dos colaboradores das equipes que atuam no marketing tradicional demonstraram essa satisfação. O número cai quase pela metade.

Assim, fica claro que implementar o marketing ágil pouco a pouco dentro de uma equipe de marketing é uma ação inteligente e que gera bons resultados dentro da empresa, atingindo a satisfação dos clientes e dos colaboradores.

No entanto, colocar o marketing ágil em prática só é possível quando se tem uma cultura baseada em dados, e contar com informações de qualidade é fundamental. Confira agora como garantir a qualidade de dados na era da inteligência artificial.

Publicações relacionadas
Artigos

A linguagem que conecta humanos e máquinas

Artigos

Fala que eu te escuto

Artigos

O líder que não continua a aprender está fadado a fracassar

Artigos

Metas da ONU continuam a ser uma preocupação de grandes empresas