Artigos

Empresas digitais não foram muito abaladas pelo trabalho remoto repentino

Trabalho remoto repentino

A crise do novo coronavírus gerou uma corrida por parte das empresas para a organização do modelo de home office. Afinal, a economia mundial já está sofrendo os impactos da baixa demanda de produtos e serviços. Portanto, é fundamental manter a roda girando dentro dos negócios, mas é inegável que o trabalho remoto repentino traz desafios para os gestores.

As organizações que já atuavam com uma mentalidade digital seguem a vida mais normalmente. A transformação operacional do trabalho em casa na rotina dos colaboradores de quem seguia o jeito tradicional de funcionar também está acontecendo com mais facilidade para quem busca os parceiros certos.

Um exemplo é que em março, as gigantes Google, Facebook, Apple e Twitter divulgaram suas políticas e recomendações atualizadas, de modo a assegurar que seus funcionários ao redor do mundo não sejam atingidos pela covid-19.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Mentalidade digital ajuda empresas a enfrentarem o coronavírus

De acordo com a Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Teleatividades (SOBRATT), 45 em cada 100 empresas já aderiam ao home office antes do novo coronavírus aparecer. Portanto, são empresas que saíram na frente durante essa crise. Inclusive, existem negócios que enxergaram grandes oportunidades e estão aumentando consideravelmente seu faturamento no momento.

Um bom exemplo é a Trialead, uma startup que faz a captação de leads (potenciais clientes) com estratégias de marketing digital. Desde o início, o modelo de negócios da empresa foi o trabalho remoto.

A startup viu a procura pelos seus serviços crescer em 300%. Isso está acontecendo porque, no momento, os gestores buscam empreendimentos que já têm como hábito o home office, pois são eles que transmitem mais segurança em negociações e no atendimento à distância.

Existem alguns pontos importantes para implantar o modelo de negócio digital em uma empresa, para que os resultados estratégicos sejam alcançados frente à pandemia.

Foco

O ponto central não é onde a pessoa está trabalhando, mas sim qual a sua capacidade de concentração. Ter foco é imprescindível para que o colaborador consiga atender sua demanda de tarefas e entregar os resultados esperados.

Disciplina

Outra palavra-chave do trabalho remoto é disciplina. Ou seja, fugir das distrações, como redes sociais ou qualquer outra tarefa que não esteja relacionada com sua atividade laboral no horário do expediente.

Lista de tarefas

Não é todo mundo que tem facilidade no trabalho dentro de casa. Organizar as pendências do dia ajuda bastante na disciplina e na concentração. A partir do momento que existe uma lista com tudo o que precisa ser realizado, fica mais fácil visualizar as atividades a serem concluídas naquele dia. Consequentemente, o profissional é capaz de alcançar os objetivos que lhe foram designados.

Ambiente adequado

A escolha do ambiente precisa ser cuidadosa, evitando locais muito barulhentos ou com muitas distrações. Uma boa conversa com a família, para deixar claro o horário de trabalho, é recomendável.

Intervalos

Para aumentar o nível de produtividade, sem perder a qualidade da realização das tarefas, é indicado que sejam feitas algumas pausas ao longo do dia.

Companhias de tecnologia ganham destaque na implementação do trabalho remoto repentino

As organizações do setor de tecnologia foram as que tiveram mais facilidade para implementar o trabalho remoto.

Google

O vice-presidente global do Google anunciou o home office para todos seus quase 100 mil colaboradores dos EUA e Canadá. A dinâmica começou no dia 12 de março, sendo que as filiais de Washington e Califórnia já estavam operando nesse esquema na semana anterior.

O comunicado também instituiu que as entrevistas para processos seletivos sejam feitas via videoconferência. As ferramentas que estão sendo utilizadas são o Google Hangouts e o BlueJeans. Elas servem para conectar várias pessoas ao mesmo tempo em reuniões via internet.

Apple

Tim Cook também implantou o trabalho flexível na Apple, política com validade para todos os países onde a empresa tem operação. Ele afirmou que os escritórios da organização têm sido limpos de acordo com a orientação das autoridades de saúde.

Twitter

No começo de março, o Twitter já começou a tornar possível o trabalho em casa. Logo depois, a política do home office já foi anunciada como obrigatória para todo mundo. A instituição disponibilizou os equipamentos necessários para seus funcionários, como cadeiras ergonômicas, mesas e demais itens indispensáveis.

Além disso, houve a criação de um guia para aconselhar quais são as melhores práticas corporativas durante a transição para o trabalho em casa. Ele aborda a organização do ambiente de trabalho, o gerenciamento de equipes remotas e a realização de entrevistas e reuniões online.

Procurar parceiros para te ajudar é uma ótima decisão

As empresas que estão passando pela transição para o trabalho remoto podem facilitar esse movimento ao procurar por parceiros que já eram adaptados ao home office antes de ser uma demanda praticamente obrigatória, como acontece atualmente.

É o caso da Rock Content, maior agência de marketing de conteúdo da América Latina, que sempre operou com sua Rede de Talentos remotamente e segue o seu fluxo normalmente. Esse tipo de parceria torna mais simples passar pelo trajeto do trabalho remoto repentino.

Em resumo, o importante é dar condições aos colaboradores de conseguirem exercer suas funções dentro de casa, estabelecendo uma relação de confiança seguramente recíproca entre os gestores e os funcionários.

As tarefas devem ser bem definidas e terem prazos para serem executadas. Além do mais, políticas de acompanhamento e apoio aos profissionais precisam ser criadas e objetivamente comunicadas.

Continue a sua leitura e saiba como o coronavírus está forçando empresas a se digitalizarem e padronizarem o trabalho remoto.

Publicações relacionadas
Artigos

Como lutar contra a fadiga de reuniões online

Artigos

Treino em casa é saída para consumidores e empresas

ArtigosPesquisas

Pesquisa do Olist traz faz um panorama do setor de marketplaces e mostra tendências e oportunidades

Artigos

Mesmo com a pandemia, os consumidores estão confiando na sua marca?