Artigos

Sua empresa está pronta para vender para a Geração Z?

Vender para geração Z

Este conteúdo é parte da primeira edição da revista The Content

O futuro já chegou (há um bom tempo). A tecnologia é uma parte integrante da sociedade e está presente em todas as nossas relações, sejam elas pessoais ou profissionais. Para a Geração Z (nascidos entre 1994 e 2010), essa afirmação é ainda mais genuína. Eles são o que chamamos de nativos digitais, indivíduos que nasceram e cresceram durante a transformação digital das últimas décadas.

Muitos já possuem poder de compra elevado e a estimativa é a de que até 2020 eles representarão quase 40% de todos os consumidores. A sua empresa já consegue conversar com esse consumidor ou você ainda acha que antigos discursos conseguirão atingi-lo?

Para um negócio sobreviver, é essencial que tenha em mente a necessidade de dialogar com o consumidor do futuro (dependendo do seu nicho de mercado, esse consumidor já é inclusive o seu presente).

96% da geração Z possuem um Smartphone e quase metade deles está conectada online por 10h diárias ou mais. Estamos falando de uma geração que pode acessar o conteúdo que quiser, a hora que quiser e onde bem entender. Sua conectividade não vê limites e os produtos e marcas que eles escolhem consumir e endossar faz parte dessa narrativa.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como vender para a Geração Z?

Ao contrário de todas as gerações que vieram antes deles, a Geração Z nunca viu o mundo sem internet. Eles conseguem transitar por um mundo de realidade e informações em questão de segundos. Falar que sua empresa precisa entender o mundo digital aqui é básico. Sem isso, você nunca conseguirá conversar com essas pessoas.

Entender as características gerais de tendências e comportamento entre grupos de pessoas é o diferencial entre uma empresa bem sucedida e uma empresa que acaba morrendo por não se adaptar às mudanças. Você não precisa ser igual a eles, mas sim entender como eles pensam.

Mas então, como ter sucesso com os consumidores que mais terão poder de compra no futuro?

Primeiramente, entenda que a Geração Z preza pela valorização da individualidade. Querem conversas personalizadas e sentir que um conteúdo foi feito especialmente para eles. Prezam a Comunidade e almejam se sentir partes de grupos. A experiência que sua marca está oferecendo precisa criar esses dois ambientes: o da valorização do indivíduo e o da valorização do grupo em que este indivíduo está inserido.

Outro ponto importante são os valores da sua marca. A Geração Z quer entendê-los e, mais importante do que isso, quer se identificar com eles e partilhar dos mesmos valores. Estamos falando de uma geração que nunca esteve tão envolvida com movimentos sociais e com o conteúdo digital.

Esteja onde eles estão. Isso vale para redes sociais, eventos, plataformas… você precisa criar experiências e estar presente na rotina dessa pessoa. Seu conteúdo precisa ser interessante o suficiente para que ele compartilhe com outros amigos. Conte uma boa história, genuína, mostre que sua empresa é muito mais que apenas um produto, ele representa um estilo de vida.

Entenda quem e o que eles consomem e use isso a seu favor. Se um influencer tem um grande alcance dentro do nicho que interessa a sua empresa, por exemplo, por que não pensar sobre uma parceria paga com essa pessoa? A Geração Z é uma geração que vê influencers como amigos — e confia no que essa pessoa está consumindo e indicando. Esteja nos sites que eles acessam, contribua com influencers que converse com eles. É essencial falar a mesma língua da Geração Z se você quer vender para ela.

Acima de tudo, dialogue. A Geração Z não aceita atendimento meia-boca ou que um produto não cumpra as expectativas propostas. Se o objetivo é criar jovens defensores para a sua marca, é preciso ouvi-los. Isso significa participar ativamente das discussões em que eles estão inseridos, além de fazer uma escuta ativa sobre o que eles estão falando. Se recebeu um feedback (negativo ou positivo), responda. Mostre que realmente se importa com a opinião daquele indivíduo.

Para finalizar, lembre-se: mais do que um grupo de pessoas agrupadas pelo espírito de sua época, os jovens da Geração Z possuem gostos, necessidades e desejos únicos. Não os trate como uma grande massa única! Entenda como eles pensam e preocupe-se verdadeiramente em criar uma marca autêntica e com um produto excelente.

Rock Content Magazine 1Powered by Rock Convert

Publicações relacionadas
Artigos

Nostalgia é tendência de mercado, não só um sentimento

Artigos

Customer Centricity e a redescoberta da roda

Artigos

EQI 2019: pesquisa avalia as informações das páginas de produtos no e-commerce

Artigos

Como posicionar a sua marca para se comunicar com micro e pequenos empreendendores